Comentários Eleison 197 – Cartas do Reitor

Página inicialEleison Comments

CARTAS DO REITOR

ELEISON COMMENTS CXCVII (23 de abril de 2011)

Formato para impressão (em PDF).

Muitos leitores dos “Comentários Eleison” podem não estar familiarizados com as “Cartas do Reitor”, referidas aqui pouco tempo atrás (EC 190, 05 de Março). Escritas entre 1983 e 2003 como boletins mensais do Seminário São Tomás Aquino, onde os sacerdotes são treinados nos EUA para a Fraternidade São Pio X, as Cartas foram reunidas em quatro volumes de bolso, disponíveis através da internet em truerestorationpress.com/4volsletters. Uma convertida escocesa de 18 anos leu-as recentemente. Aqui estão alguns de seus interessantes comentários:

“Essas Cartas tem me deixado tanto atônita quanto perplexa… Eu era uma riponga amalucada que veio do Diabo da Nova Era para a Igreja Católica, somente para descobrir que Ele estava justamente aqui, nos santuários dela… Não se trata apenas de cardeais, bispos e sacerdotes da Igreja Conciliar serem covardes e dissimulados na defesa do catolicismo. Há muitos deles que parecem ter um prazer positivo e malicioso em rasgar as tradições e crenças dela em pedaços”.

Pelo contrário, “Estas Cartas são maravilhosas e gloriosamente Católicas… Elas explicam a loucura dos católicos conservadores e da Ecclesia Dei tentando resolver a crise da Igreja sem criticar o Concílio. Será que estes católicos não estão considerando as aparências das reformas conciliares, por exemplo, na liturgia e na disciplina, enquanto ignoram sua essência, a mudança interna fundamental que aconteceu no pensamento da doutrina da Igreja, como demonstrado pelos documentos do Concílio sobre a liberdade religiosa e o ecumenismo?

“As Cartas do Reitor que tratam sobre o pluralismo e a visão liberal da dignidade humana explicam maravilhosamente a natureza da mudança.Comoelas tem demonstrado repetidamente, é impossível entender o mundo moderno e a situação da Igreja dentro dele se não se entender essa mudança radical no pensamento da Roma moderna. E se o pessoal da Ecclesia Dei objetarem que quaisquer críticas radicais ao Concílio equivalem a dizer que não há papa válido, as Cartas dão argumentos demonstrando amplamente a sabedoria da posição da FSSPX, sem desviar para a esquerda com os liberais, nem para a direita com os “sedevacantistas”.

“Quanto ao contato com o mundo moderno, os homens da Igreja Conciliar têm pouca coisa útil a dizer. Eles estão envolvidos demais com seu sonho revolucionário para serem capazes de lidar com as consequências funestas deste. Eles nunca poderiam escrever Cartas como estas do Reitor sobre Pink Floyd, o Unabomber, Oliver Stone ou as Crianças na Floresta, porque a Igreja oficial, em vez de estar profundamente insatisfeita com o mundo materialista de hoje, sempre parece estar indo junto com ele. As Cartas deveriam ser lidas por seu registro histórico apenas, mas talvez seu verdadeiro valor não fique aparente até mais tarde, quem sabe apenas quando a 6ª Era da Igreja chegar ao fim com o Triunfo do Imaculado Coração de Maria.”

E aqui está o arremate feminino: “Mais ainda, e eu nunca pensei que diria isso, as Cartas sobre calças me encorajaram a repensar minhas ‘opções de guarda-roupas’”. Quando as mulheres pararem de usar calças, então a Igreja verdadeiramente há de se erguer novamente!

Kyrie Eleison.