Sinopse dos erros imputados ao Concílio Vaticano II

Página inicialCrise da IgrejaVaticano II

SINOPSE DOS ERROS IMPUTADOS AO CONCÍLIO VATICANO II

Apresentação de Dom Lourenço Fleichman OSB:
Continuamos nosso trabalho de denúncia dos erros do Concílio Vaticano II. Consideramos ser este tipo de denúncia teológica a única saída, em termos humanos, para a crise que nos atormenta já há décadas, visto que da parte das autoridades do vaticano, os erros continuam a ser ensinados e difundidos. Tanto os Congressos realizados pelo jornal Si Si No No, quanto o recentemente lançado Simpósio de Paris, que deve se repetir de ano a ano, são algumas das iniciativas que temos assistido e que nos permitem aprofundar a análise deste Concílio que, decididamente, não foi católico. Deve ser rejeitado, sim, e o será um dia pela autoridade suprema do Vigário de Cristo. Por enquanto ele ainda é a pedra de tropeço para tantas comunidades religiosas e padres que, acreditando ser possível manter a Tradição e aderir ao Concílio, aceitam acordos que sempre terminaram por inserir estes padres e fiéis no ambiente pervertido, heretizante e modernista que reina no Vaticano.
A presente Sinopse dos Erros de Vaticano II é a tradução da versão francesa do jornal SiSiNoNo, publicada a partir do número 247, de julho-agosto de 2002.

Formato para impressão (em PDF):
Opção 1: arquivo com 99 páginas.
Opção 2: arquivo com 43 páginas.

ÍNDICE:

Introdução

Erros na doutrina:

1. a noção da Tradição e da verdade católica
2. a Santa Igreja e a Santíssima Virgem
3. a Santa Missa e a Santa Liturgia
4. o sacerdócio
5. a Encarnação e a Redenção, a noção do homem
6. o reino de Deus
7. o matrimônio e a condição da mulher
8. os membros das seitas, heréticos e cismáticos (ditos “irmãos separados”)
9. as religiões não cristãs
10. a política, a comunidade política, a relação entre a Igreja e o Estado
11. a liberdade religiosa, o papel da consciência individual

Erros na pastoral:

12. a interpretação da significação do mundo contemporâneo
13. os aspectos da Santa Liturgia
14. os aspectos do estudo e do ensino da doutrina
15. a formação dos religiosos e dos seminaristas
16. a formação e as diretivas dadas aos missionários
17. as diretivas dadas para o apostolado dos leigos
18. a modernização da educação

Conclusão

Trabalho extraído do site Capela Nossa Senhora da Conceição.