Comentários Eleison 181 – Pensamento impensável

Página inicialEleison Comments

PENSAMENTO O IMPENSÁVEL

ELEISON COMMENTS CLXXXI (01 de janeiro de 2011)

É difícil não imaginar que 2011 será um ano muito importante. O mundo jaz nas trevas da mente e na corrupção da vontade. A Igreja, que deveria ser “luz do mundo” para a mente e “sal da terra” contra a corrupção da vontade, está em eclipse. Ela ainda está lá, mas a sua luz e o seu calor, por culpa dos homens, já mal os atinge.

Sendo assim, os problemas do mundo deverão se abater sobre nós. Haverá, neste ano ou nos próximos, uma mudança radical inimaginável nas relações humanas. As leis inexoráveis da realidade estão prestes a virar a economia mundial de cabeça para baixo, mesmo que a maioria dos “economistas”, idiotas profissionais, ainda estejam vendendo sonhos. Para ajudar os pais de família, em especial, a pensarem com uma nova perspectiva, deixem-me citar alguns conselhos práticos de um escritor e palestrante que não perdeu a noção da realidade: Gerald Celente, de Nova York (trendsresearch.com) : —

“Somos solicitados continuamente a fornecer orientações específicas focadas em tendências de mercado sobre o que fazer para enfrentar as tempestades financeiras… Não há soluções simples ou gerais. Cada situação é diferente. Se você é um desempregado na zona rural, você terá um conjunto diferente de possibilidades e um conjunto diferente de problemas em relação às pessoas das cidades ou dos subúrbios.

“O elemento-chave a ser entendido é que esta vai ser uma longa caminhada. Estamos num tempo de contração,  num tempo para conservação e preservação. Globalmente, haverá menos renda disponível, e menos dólares  para gastar com supérfluos. O que era considerado “essencial” quando o dinheiro era abundante se tornará “frivolidade” quando as fontes secarem.

“Se, ao procurar trabalho, o seu bom senso lhe diz que seu antigo emprego já não é mais uma opção (agente imobiliário, corretor de hipoteca, construtor, varejista, vendedor de veículos, etc), agora pode ser o tempo, de viver seu sonho. O que você sempre quis fazer? Você já descobriu talentos e habilidades que o diferenciam dos outros? Procure sistematicamente o que você mais gosta de fazer e quais são as chances de ganhar a vida com isso. Isso é um ponto de partida. Se o único trabalho que você pode  encontrar é um trabalho braçal, seja o melhor nele. Faça-o com criatividade e sem ressentimento, e possibilidades melhores surgirão. Se você faz o que ama, você nunca terá que “trabalhar”. Uma definição de felicidade poderia ser: “Quando você acorda de manhã e o que você tem a fazer é o que você escolheria fazer”.

“Avalie sua situação pessoal. Observe as pessoas de mente parecida, em situações semelhantes com habilidades complementares. Há força na quantidade. Um grupo com um objetivo pode iniciar algo que seria impensável e impraticável para um indivíduo.”

Os sublinhados são meus. Ficarei feliz em estar errado, mas acho que a prioridade em breve será a sobrevivência. Gerald Celente nos dá algumas linhas de pensamento. Reze, é claro, isso é essencial, mas continue sempre se esforçando.

Envio a todos os leitores a minha benção para o Novo Ano.

Kyrie eleison.