Noção de sacrifício; relação entre os sacrifícios do Antigo Testamento; o sacrifício da Cruz e o sacrifício da Missa

Página inicial > Santa Missa > Santo Sacrifício da Missa (site Missa est)

1. NOÇÃO DE SACRIFÍCIO; RELAÇÃO ENTRE OS SACRIFÍCIOS DO ANTIGO TESTAMENTO; O SACRIFÍCIO DA CRUZ E O SACRIFÍCIO DA MISSA

– Formato para impressão (em PDF)

  • Que é sacrifício?

Sacrifício é um dom visível que se oferece a Deus para reconhecê-Lo e adorá-Lo como nosso supremo Senhor.

A intenção de honrar e adorar a Deus como supremo Senhor, é expressa pela própria ação do sacrifício, pois a oferta visível é destruída totalmente ou em parte, e assim oferecida a Deus. Por esta destruição, o homem confessa que Deus é o Senhor da vida e da morte, de existir e do não existir de todos os seres, em uma palavra, que Ele é o supremo Senhor.

  • Houve sacrifícios em todos os tempos?

Houve sacrifícios desde o princípio do mundo, e, no Antigo Testamento, foram ordenados rigorosamente por Deus.

  • Por que foram abolidos os sacrifícios da lei antiga?

Os sacrifícios da lei antiga foram abolidos, porque eram só figuras do Sacrifício imaculado do Novo Testamento.

  • Qual é o sacrifício do Novo Testamento?

O sacrifício do Novo Testamento é o próprio Jesus Cristo, Filho de Deus, que, pela sua morte na cruz se ofereceu a seu Pai Celestial em sacrifício por nós.

  • Onde o sacrifício da Cruz é continuamente renovado, de modo incruento?

O sacrifício da cruz é continuamente renovado de modo incruento, no santo Sacrifício da Missa.

  • Que diferença há entre o santo sacrifício da Missa e o sacrifício da Cruz?

O santo sacrifício da Missa é completamente o mesmo que Cristo ofereceu na cruz, pois é o mesmo Sacerdote e a mesma Vítima; a diferença está unicamente na ação do sacrifício ou no modo e maneira de sacrificar.

O Sacerdote propriamente dito, em ambos os sacrifícios, é o próprio Cristo, pois na santa Missa, o Padre é o representante de Cristo, em cujo nome pronuncia as palavras. “Isto é o meu corpo – isto é o meu sangue”. Em ambos os sacrifícios, o próprio Cristo, isto é, sua santa Humanidade é também a Vítima. Na santa Missa, usam-se pão e vinho unicamente para serem transformados no corpo e no sangue de Jesus Cristo. Na cruz, a ação do sacrifício consistiu em Cristo se sacrificar, oferecendo ao Pai Celestial sua morte cruenta suportada voluntariamente; na  santa Missa a ação do sacrifício consiste em Cristo sacrificar, oferecendo, de novo ao Pai Celestial a mesma morte, de modo incruento.

  • Que é, pois, o santo sacrifício da Missa?

O santo sacrifício da Missa é o sacrifício perpétuo do Novo Testamento, pelo qual Nosso Senhor Jesus Cristo, por meio do sacerdote e, sob as espécies de pão e vinho, se oferece ao Pai Celestial.

Ir para o próximo tópico – Retornar ao índice

Anúncios